Prefeito

Rui Soares Palmeira nasceu em Maceió, capital de Alagoas, no dia 13 de Setembro de 1976. Atual prefeito da cidade de Maceió, é filiado ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB).

Rui Palmeira é filho da arquiteta Susana Bandeira Soares Palmeira e de Guilherme Gracindo Soares Palmeira, advogado, ex-deputado estadual e ex-governador de Alagoas, ex-prefeito de Maceió, ex-senador e ministro aposentado do Tribunal de Contas da União (TCU).

Casado com a advogada tributarista Tatiana Araújo Alvim Palmeira, Rui é pai de Beatriz Alvim Soares Palmeira e Isabelle Alvim Soares Palmeira.

O atual prefeito de Maceió cursou Direito no Centro de Estudos Superiores de Maceió (CESMAC), formando-se posteriormente em Direito pelo Centro Universitário de Brasília – UNICEUB (DF). Também fez pós-graduação em Direito Tributário e Finanças Públicas pelo Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP), também em Brasília.

Histórico Político

Em 2006 Rui Palmeira foi eleito deputado estadual em Alagoas, obtendo 21.752 votos, sendo o primeiro colocado em sua coligação. Durante o seu mandato iniciado em 2007, Palmeira foi autor de Projetos de Lei como o que institui o recibo único anual de água, energia elétrica, telefone e serviços de concessionárias públicas além de ser da sua autoria a emenda à Constituição Estadual que estabelece punição aos empresários que comercializarem combustíveis adulterados em Alagoas.

Também são iniciativa do parlamentar a Lei que institui a isenção no pagamento da taxa de inscrição em concursos públicos estaduais aos doadores de sangue, carentes, assalariados que recebem até um salário mínimo e desempregados; a Lei que amplia a punição para quem comercializa madeira de forma ilegal; a Lei que institui a Ficha de Notificação de Maus Tratos, protegendo a criança e o adolescente; e a Lei que regulamenta a prática dos esportes de aventura em Alagoas.

Rui Palmeira foi eleito deputado federal em fevereiro de 2011. No primeiro ano de mandato, ocupou as posições de vice-líder nacional do PSDB e de vice-líder da minoria (oposição). Integrou a Comissão de Finanças e Tributação e a Comissão de Turismo e Desporto. Na Câmara, foi autor de proposições legislativas como os requerimentos com cobrança por mais agilidade nas obras de duplicação do trecho alagoano da BR 101 e por fornecimento de energia elétrica com mais qualidade aos alagoanos por meio da Eletrobras Alagoas. Defendeu as Reformas Tributária e Política, em prol da desoneração do setor produtivo e do aperfeiçoamento do sistema político brasileiro.

Rui Palmeira votou contra a flexibilização e contra o segredo nas licitações das obras do governo preparatórias para a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016. Defendeu a ampliação dos repasses da União à saúde pública nacional, por meio da ampliação dos valores aplicados pelo governo no Programa de Saúde da Família (PSF). Defendeu a expansão do setor do turismo por meio de sua classificação como atividade exportadora e trabalhou para que Alagoas fosse beneficiada com mais recursos provenientes do governo federal.

No primeiro ano de mandato o parlamentar destinou R$ 15 milhões em recursos de emendas parlamentares em benefício da sociedade alagoana, além de outros R$ 1,5 milhão para investimentos na educação em cidades do interior do estado. Por sua atuação na câmara, Rui Palmeira foi contemplado com o título de 19º deputado federal mais bem avaliado do país pela revista Veja no ano de 2012.

Em 2012, Rui Palmeira foi eleito em primeiro turno prefeito de Maceió para a administração do quadriênio 2013-2016, obtendo 230.129 votos.


Acessibilidade
Acessibilidade